Os jogos da vida

Hoje és o príncipe, amanhã és o escravo.
A libertação das dualidades.

separador

Na corrida da vida, por vezes, queremos fazer muitas coisas ao mesmo tempo, desempenhar múltiplas tarefas, estar com várias pessoas ou em vários lugares, em situações profissionalmente ou afetivamente exigentes. Às vezes, até queremos manter e cultivar várias ligações, simultaneamente, de forma a conseguir mais e mais atenção e afeto. Ora isso não é possível. Não se pode conseguir o melhor, em várias frentes, assim como não é possível distribuíres-te e seres muito bom em todos os lados. Talvez seja preferível dar prioridade ao que é mais essencial.

dois de escudos
Os jogos da vida

Pode acontecer que algo de muito importante está a ficar para trás. Pode acontecer que, mais tarde e demasiado tarde, te dês conta que uma parte relevante da tua existência já passou e que acabaste por não “saborear” inteiramente aquilo que, mais tarde, já não é possível recuperar.

Isto não significa que, neste momento, não estejas a “dar conta do recado”, ou seja, a ter um excelente desempenho e a fazer o melhor em várias frentes. Por exemplo, podes conseguir acumular atividades e, mesmo assim, ainda arranjar algum tempo para a vida familiar e, mesmo assim, ainda arranjar algum tempo para outras relações sociais e, mesmo assim ainda…. Podes assumir tudo o que a vida te oferecer mas, há uma coisa que não consegues, que é dar-te por inteiro e com plenitude de vida e satisfação a tudo ao mesmo tempo.

Por vezes é preciso fazer opções decisivas e corajosas e, acima de tudo, ter consciência do equilíbrio que é necessário para a harmonia da vida, sem esquecer o preço elevado que terás que pagar pelo desgaste que andas a acumular. Existe uma linha limite que é muito arriscado ultrapassar. Precisas repensar onde e com quem gastas o teu tempo, precisas repensar as tuas prioridades. O desequilíbrio conduz ao esgotamento e este conduz à doença.

Para pensares: O que é, realmente, mais importante para ti? Que significa, para ti, ser feliz?

Luz no Caminho: Hoje pode parecer que tens tudo, amanhã pode parecer que não tens nada. Ambas as situações são apenas ilusões. Faz de todas as experiências da vida os teus professores. Seja qual for a situação que vives, mantém-te lúcido, alerta, consciente e vigilante. Identifica os autênticos apoios da tua vida, aqueles que são os teus alicerces e não falham. Quando adquires consciência das ilusões do jogo da vida, tornas-te um Ser livre.

Cristal em sintonia energética: Quartzo rutilado

Zona corporal irradiante:  Cabeça

Óleos essenciais aconselhados: Neroli e Incenso

Comentários

Escreva estes dois algarismos: 18

Mais

Galeria de reflexões

Pensar a Vida

Mensagens (Facebook)