Mandalas – Caminho para o despertar

Mandalas, alinhamento interior e conexão com o Universo

Mandala significa círculo em palavra sânscrito. Mandala também possui outros significados, como círculo mágico ou concentração de energia, e universalmente, a mandala é o símbolo da integração e da harmonia.

Na cultura oriental, as mandalas estão associadas a rituais e manifestações de certas formas de encantamento. A sua origem remonta, pelo menos, ao século VIII a.C. e são usadas como instrumentos de concentração e para atingir estados superiores de meditação (sobretudo no Tibete e no budismo japonês).

No ocidente, incluem-se naquilo que poderíamos chamar “Arte-Terapia”, e têm sido amplamente utilizadas há muitos anos por todos aqueles que intuitivamente se sentem bem quando desenham ou quando pintam uma mandala já desenhada. O psicólogo Carl Jung desde cedo entendeu que, trabalhar com mandalas, tinha um precioso efeito tranquilizante e integrador que tocava o interior das pessoas, facilitando a transformação de pensamentos e emoções.

A arte ultrapassa o limitado significado das palavras

Por vezes experimentamos sensações que as palavras não conseguem traduzir. Após ter tido um sonho intenso, uma “visão” inesperada ou ter experimentado alguma sensação especial durante uma meditação, uma forma aconselhável de expressão é a criação de uma mandala ou de um outro qualquer tipo de arte que represente os sentimentos ou as emoções que experimentámos, relacionadas com o sonho ou visão que tivemos. Esse ato criador deve ser completamente livre de padrões estéticos ou normas, não necessita de habilidades artísticas e pode dar uma compreensão mais alargada e profunda ao estado emocional que experimentou.

Colorir pode ter um efeito profundamente transformador

Colorir uma mandala já desenhada, rabiscar, escolher as cores, criar harmonias cromáticas, pode ser uma atividade extremamente relaxante. Pintar uma mandala pode até desencadear um encontro com a sua criança interior, pode soltar a sua imaginação e a sua criatividade e, no fim, proporcionar alguns momentos de encantamento, com as harmonia e beleza que criou.

Vale a pena criar momentos assim

Procure os seus lápis de cor, aponte para o Google e coloque palavras chave como por exemplo: desenhos para colorir mandalas, coloring mandalas for relaxation, coloring mandalas flowers ou coloring mandalas for meditation. A seguir, escolha um bonito desenho de mandala, imprima em tamanho grande e comece a colorir.

Uma alternativa ao papel e lápis (embora com um nível energético mais reduzido), são as mandalas para colorir na Web. Pode experimentar pesquisar no Google: mandalas para colorir online. Também pode desenhar e colorir mandalas em muitos outros materiais. Pode usar pedras, tecidos, peças de vestuário e até tatuagens. Seja criativo.

No contexto problemático que a nossa sociedade atravessa, manter uma perspectiva positiva e com esperança, pode ser um desafio. Uma das vertentes da vida, passa por mantermos uma reserva de criatividade e paz dentro de nós. Coloque a sua energia inspiradora em harmonia com os seus sonhos e intenções mais profundas. O desenho e a pintura têm o poder de o levar a uma experiência meditativa diferente.  Experimente!

Este é um vídeo interessante que relaciona a natureza sacra das figuras geométricas e das mandalas, com o nosso Ser, com o mundo natural e com o Cosmos. Deixe-se envolver pelos mistérios da arte da geometria e das mandalas. Sinta as cores, a paz e a vida!