Reiki à distância – Poder que cura e liberta

reiki

Reiki é uma terapia poderosa que ativa energia capaz de curar, purificar e libertar. Não é necessário existir contacto e, nem sequer é obrigatória a presença física do terapeuta. É por isso que existem evidentes vantagens nas sessões de Reiki à distância. Mas quais as diferenças? Serão igualmente eficazes? Os benefícios são iguais aos de uma sessão presencial?

No artigo Reiki: Terapia do Equilíbrio Energético, enumeram-se as inúmeras vantagens do Reiki, a forma como decorre uma sessão presencial, assim como alguns casos práticos em que foram alcançados resultados muito interessantes.  De facto, o Reiki tem efeitos visíveis e cientificamente comprováveis (Systematic Review)

No Reiki, à distância, a intensidade energética é a mesma que na sessão presencial, o que difere é a forma de ligação. A distância não é uma barreira. Todos estamos ligados com o Universo, e isso cria um círculo de energia, que permite que o terapeuta faça uma conexão com a outra pessoa, sem nenhum problema.

A força dos mudras

Nas sessões de terapia “Espiral de Vida“, criamos uma experiência sinérgica, com a força de determinados mudras, que projetam poderosas formas-pensamento.  Em conexão com a energia do Universo a força desses mudras é capaz de alcançar, tocar e curar. (Yogapedia).

O que são mudras? Mudras são gestos sagrados de poder, geradores de energia, expressos com as mãos ou com a totalidade do corpo, que consubstanciam intenções e interações. Associados à purificação e equilíbrio, do corpo físico e subtil, permitem uma expansão da consciência, para além dos chamados limites “normais”. Daí, o seu lugar privilegiado quando está em jogo uma cura à distância.

O Reiki à distância tem esta característica interessante e poderosa: a sua energia “funciona”, independentemente do local onde se está, porque transcende o tempo e o espaço físico, sem limitações. Assim, ter uma sessão à distância, no conforto da sua casa ou noutro sítio da sua preferência, não só é possível como tem evidentes vantagens. Há pessoas que se sentem muito mais à vontade na sua própria casa e, por esse motivo, uma sessão de Reiki à distância pode proporcionar um nível de relaxamento e de ativação de energia muito mais profunda. Acresce que, uma sessão à distância, evita transportes, estacionamentos problemáticos e o consequente stress e gasto de tempo.

As sessões duram o mesmo tempo da terapia na modalidade presencial e podem ser agendadas para o horário mais conveniente.

Em que situações é que o Reiki à distância pode ser útil?

  • Sempre que existam constrangimentos nas deslocações ou na gestão do tempo.
  • Em situações de stress, para melhorar a energia pessoal e a autoconfiança.
  • Fortalecimento da vitalidade e do sistema imunitário.
  • Libertação de bloqueios emocionais e energéticos.
  • Terapia adjuvante em dores e espasmos diversos.
  • Relaxamento profundo e melhor qualidade do sono.
  • Terapia de apoio na endometriose e de estímulo no sistema reprodutor.
  • Preparação energética da gravidez, parto e em situações de aborto.
  • Em qualquer situação de doença, como força complementar.

Como decorre uma sessão à distância?

À hora combinada, estabelece-se o contacto entre o terapeuta e a pessoa. Antes de iniciar a sessão, podem ser clarificadas várias questões, o motivo que levou a marcar esta sessão, objetivos específicos que pretende alcançar, fragilidades que está a enfrentar, situações com que se debate. Tudo isto ajuda a focar e a canalizar. Uma sessão de Reiki proporciona mais energia e mais poder para gerir e ultrapassar desafios. Nesta conversa inicial, pode ser adequado fazer uma pequena leitura de Tarot, ou, em certas situações, fazer uma abordagem astrológica, a partir da data e local de nascimento, no sentido de definir eixos energéticos de ação. Trata-se de uma perspetiva terapêutica diferente, mais abrangente do que a do Reiki tradicional.

Na fase seguinte, inicia-se a sessão propriamente dita. Começa-se por beber, em comum, um pouco de água, como símbolo de purificação e sintonia de intenções. Depois, a pessoa pode ficar sentada ou deitada, numa posição estável e com a coluna direita, mas, acima de tudo, confortável. O telemóvel deverá permanecer ligado, em alta voz ou com auriculares, de forma a manter o contacto com o terapeuta.

O que se passa, a seguir, é muito personalizado, de acordo com o perfil e necessidades atuais da pessoa que está, à distância, a receber Reiki. O propósito geral é harmonizar e, para isso, fazer circular a energia prana (ou Ki ) por todos os pontos principais, pelos meridianos, chakras e outros pontos mais carentes dessa energia.

No final, faz-se uma avaliação de todo o processo evidenciando o que se sentiu, as conexões (ou, por vezes, desconexões) que se experimentaram, sensações que se tiveram, interpretação de alguns sinais que o corpo, com a sua sabedoria, nos transmite. Conversa-se, esclarece-se e deixam-se algumas pistas para trabalho de casa… E termina-se, bebendo a água restante, como símbolo de acompanhamento e sintonia espiritual!

Atitudes que favorecem uma boa sessão de Reiki

– Manter a mente aberta para uma experiência sensitiva que pode ter reflexos muito positivos na sua vida. A atitude de desconfiança ou de “teste”, a este tipo de terapia, impedem a energia de fluir e resulta numa sessão infrutífera.

– Sentir que o terapeuta está ali para perceber o seu caminho interior, para sintonizar as suas energias e ajudar a abrir portas para novos e surpreendentes horizontes.

Temas relacionados