Bioenergética – Respirar, expressar, libertar

tudo é energia

A terapia “Bionergética” ativa a nossa energia natural e quando esta energia é ativada, ela emerge em todas as partes de nosso corpo de forma positiva. Quando essa energia flui, as emoções armazenadas e reprimidas (por exemplo: raiva, tristeza, euforia, medo) são libertadas, como forma de purificação dos sentimentos.

Exemplos de emoções reprimidas: 

  1. Ao sentir raiva fazemos força no maxilar e o pescoço e bloqueamos a respiração. Desta forma energia da raiva permanece em nós.
  2. Para reprimir a dor, fechamos-nos e esse esforço exige quantidade grande de energia que se mantém dentro de nós.
  3. A sexualidade reprimida afeta a pélvis que, como reflexo disso, fica dorida, espasmódica e tensa. Há pessoas que sofrem com problemas nos músculos lombares, por causa da libido reprimida.

Os exercícios de Bioenergética desbloqueiam e libertam essa energia nociva permitindo a purificação e, assim, fica-se mais leve e a disposição melhora.

Exercícios de Bioenergética

Alexander Lowen, um dos precursores da Bioenergética, observou os esquimós. Eles vivem num ambiente muito frio, com temperaturas muito negativas. Quando saíam de um igloo, baixavam a cabeça, estendiam os braços até perto do chão, deixando os joelhos ligeiramente flexionados e respiravam. A seguir, levantavam o corpo, ficavam direitos, levavam os braços para trás e projetavam a pélvis para a frente, respirando pela boca. Alexander observou que, com este exercício, os esquimós sentiam-se mais aquecidos. O exercício praticado pelos esquimós ativava a sua energia vital, aquecendo os seus corpos.

O homem moderno vive muito cansado porque bloqueia a sua energia, através da repressão e acumulação de sentimentos e emoções que nunca são expressos. A Bionergética e as suas técnicas permitem a libertação da energia aprisionada pelos bloqueios das emoções e sentimentos.

Terapia Bioenergética – Exercícios práticos

A energia do corpo é conhecida como “QI”, “Prana”, “Força Vital”, entre outras denominações. As terapias orientais como o Yoga, o Tai-chi-chuan e a Acupuntura, fundamentam a sua prática no trabalho com essa energia. Por sua vez, a Bioenergética tem técnicas e exercício específicos. Estes são alguns exemplos de exercícios bioenergéticos:

Respiração

A respiração é essencial. Na prática da Bioenergética a respiração é aliada do movimento, reduzindo e eliminando as tensões musculares e melhorando o estado físico e emocional.

Exercício de vibração e enraizamento

De pé, com os pés separados cerca de 25 cm, incline-se para a frente e toque o chão com os dedos das duas mãos. Os joelhos devem estar ligeiramente flexionados. A cabeça fica pendurada. A respiração deve ser pausada, lenta e profunda, feita pela boca. O corpo é inclinado para frente, em direção aos pés. Os calcanhares ficam um pouco erguidos. Para sentir um efeito efetivo com este exercício, é necessário, permanecer nesta posição pelo menos 1 minuto.

Exercício do arco

De pé, fique com os pés separados a uma distância de 40 cm. Coloque os punhos fechados na cintura, com os polegares voltados para cima. Dobre os joelhos, sem levantar os calcanhares do chão. Arqueie-se para trás. Respire profundamente.

Exercícios de Bioenergética em vídeo

A Bionergética em trabalhos de grupo. Estes exercícios, feitos de forma dinâmica e interativa, conseguem uma ação terapêutica intensa.

 

Este vídeo contém dois exercícios básicos da Bioenergética. que podem feitos em casa. e ajudam a ter mais ânimo e energia.

Este é um exercício pélvico para trabalhar a sexualidade, para ter mais prazer e relaxamento.  É importante que a zona da pélvis esteja solta, bem energizada, vitalizada, e este exercício pode ajudar muito. É importante lembrar que estes exercícios são graduais, devem ser feitos de forma progressiva e os seus efeitos vão-se evidenciando de acordo com a sua prática.

Tópicos relacionados


Fonte do texto: https://www.greenme.com.br