Enquanto escreves, o Universo lê…

Das inúmeras formas de meditação que podemos usar, “escrever” oferece os seus próprios benefícios. A maioria das meditações ajuda a esvaziar a mente das preocupações e a revelar as ideias positivas da nossa paisagem mental, mas “escrever” ajuda-nos a ancorar essa experiência no mundo material. Nem todas as pessoas gostam de meditar em silêncio. Meditar através da escrita de um diário, por exemplo, é uma boa alternativa como meditação ativa. Permite-nos traçar a nossa jornada, registar as experiências menos boas, explorar as aprendizagens e ver onde poderemos crescer. Quando escrevemos, colocamos em ação uma parte diferente da nossa mente que, em termos emocionais, é mais estável e nos abre um fio de conexão e união com o nosso Eu real e com o mundo ao nosso redor.

Ao trabalhar com os desafios da vida, pode ser útil esvaziar todas as preocupações para as páginas íntimas do nosso diário. Os medos podem ser trazidos à luz, em vez de continuarem a assombrar os cantos escuros do nosso subconsciente. Podemos até sentir alívio em relação à carga pesada que tínhamos, uma vez que as nossas cabeças ficam mais livres de pensamentos desordenados, deixando espaço para a inspiração e a criação de imagens positivas. Muitas vezes, no processo de escrever todos os detalhes de um acontecimento que nos está a incomoda, algo que tinha sido esquecido virá à superfície, ajudando a entender ou a atingir algo que ainda não tínhamos visto. Então, pode-se abrir outro caminho, podemos verdadeiramente começar a encontrar respostas construtivas e anotá-las ao lado das preocupações que fazem parte do nosso caminho.

Para registar a orientação e os “insights” de inspiração, o registo num diário é o ideal. Isso é especialmente verdadeiro no caso dos sonhos, que geralmente desaparecem quando despertamos. Quando estamos a trabalhar determinadas áreas da nossa vida, ir registando as etapas que vamos vivendo, os sentimentos que vamos tendo, as mensagens de orientação que nos chegam, pode ser muito encorajador. Além do mais, tudo o que escrevemos hoje pode vir a ser precioso para o dia de amanhã, como fonte de inspiração para as nossas vidas. Um diário, o nosso diário, é um canal de comunicação elevado para dialogar com nosso Eu superior e com o Universo.